Documentário do ex-prefeitos de Baixa Grande, série 01 | Bianor Pamponet Suzart

Documentário do ex-prefeitos de Baixa Grande, série 01 | Bianor Pamponet Suzart

A nossa série dos ex-prefeitos de Baixa Grande, iremos iniciar abordando a vida e as gestões de Bianor Pamponet Suzart, ele foi eleito em seu 1º mandato ainda em 1937, logo após Baixa Grande voltar a ser cidade, seu mandato durou apenas 11 meses, sendo destituído pelo Regime Militar adotado no Brasil naquele mesmo ano (Decreto Federal 038, de 2 de Dezembro de 1937).

Foi eleito para seu segundo mandato, desta vez em 1946 a 1950, e o terceiro e último mandato 1954 a 1958.

Pela linhagem familiar, qual o parentesco de Bianor com o Antônio Francisco Pamponet, o estrangeiro, expulso da França que veio casar com uma das filhas de Ana Sousa, proprietária da Fazenda Cias?

Documentário em Vídeo

Vamos Lá.

Do casamento de dona Ana com seu esposo José Ribeiro Soares veio 10 filhos e filhas, uma das filhas, das mais novas se chamava Joaquina, esta casou em 1843 com o Antônio Francisco Pamponet, o mesmo tinha sido expulso da França e tinha adquirido uma propriedade em Ipirá.

Deste casamento, nasceram 8 filhos, um deles, João Batista Pamponet que casou Senhorinha e tiveram, uma filha por nome Maria também conhecida por (Mariquinha), esta casou com Gil Suzart, deste casamento veio os filhos Bianor, Ostilho, Nair, Almerita, Zilda, Iaia e Balbino.

Nesta linhagem, Bianor é filho de Maria que é filha de João Pamponet, filho de Joaquina que era filha de Ana Sousa, portanto Bianor era TRINETO de Ana Sousa, proprietária da fazenda Cais, que deu origem a Baixa Grande.

Linhagem de Biano Pamponet a Ana Sousa, fundadora de Baixa Grande

Na vida política, como classificar Bianor: Um Patriota? Um visionário? Um político de Raiz? Ou um Coronel?

Quando Bianor foi prefeito, Baixa Grande era composto por sua sede e 3 povoados, sendo este, Mandacaru, Viração e as Pedras que logo depois passou a se chamar Italegre,

Ouvindo os depoimentos sobre Bianor, pude observar que, na Zona Rural ele priorizou a Educação, pois em cada um dos três povoados, ele mandou construir uma escola.

No Povo de Mandacaru, construiu a Escola Manoel Domingo de Amorim, o prédio escolar foi desativado, os alunos transferido para o Colégio Municipal Hilda Santos Fernandes e este ano foram transferido a nova Escola Manoel Domingo de Amorim.

No Povoado de Italegre, ele construiu a Escola Pedro Honorato de Sousa, o prédio foi desativado e os estudantes levado a um outro prédio, também inaugurado em 2016.

No povoado da Viração, Bianor construiu o prédio da escola José Muritiba, nestes 70 anos, a escola passo por várias reformas e ampliação, hoje se encontra em funcionamento. As três escolas tem o mesmo padrão, duas salas de aulas e uma área de recreio ao meio.

Escolas construídas por Bianor Pamponet em três povoados

Na sede do município, observamos que Bianor priorizou o fortalecimento da Agricultura e da Agropecuária, em um de seus mandato, adquiriu a fazenda Pecuária, uma grande área que até hoje serve para o plantio e a criação de gados, nesta mesma propriedade ele mandou construir um enorme açude, o açude da Pecuária, este por longos anos, era uma das poucas fontes de água para saciar a sede dos moradores e dos animais.

www.catureba.com.br
Por: Ediomário Catureba – DRT 8484-BA

Italegre | Escola Pedro Horato de Sousa

Mandacaru | Escola Manoel Domingos de Amorim
Viração | Escola José Muritiba
Açúder da Pecuária

 

Catu Informática ME

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial