Criança Feliz supera a marca de 16 milhões de visitas a famílias de todo o Brasil em 2022

Criança Feliz supera a marca de 16 milhões de visitas a famílias de todo o Brasil em 2022

Nordeste é a região mais beneficiada pelo programa. Apenas neste ano, mais de 1,54 milhão de famílias foram visitadas nos nove estados nordestinos

O Criança Feliz superou, em setembro, a marca de 16 milhões de visitas domiciliares realizadas em todo o país em 2022. Voltado a famílias com crianças entre zero e seis anos, além das gestantes, o programa do Ministério da Cidadania, visa promover o desenvolvimento integral na primeira infância, considerada um período da vida essencial devido à intensa capacidade dos meninos e meninas de absorverem estímulos nessa faixa etária.

Financiado com recursos federais, o Criança Feliz não traz custos para os municípios. O total de recursos previsto para o programa em 2022 chega a R$ 451,76 milhões.

A principal ação são as visitas domiciliares, realizadas de forma presencial por profissionais, nas residências das famílias incluídas no programa. Essas ações representam uma estratégia de aproximação dos serviços sociais com a família atendida e, em última instância, auxiliam o governo na formulação de políticas públicas voltadas às crianças.

Desde 2019 até outubro deste ano, 49 milhões de visitas foram realizadas pelas equipes. Apenas em 2022, mais de 1,54 milhão de famílias receberam visitas do Criança Feliz em todo o Brasil. O número de crianças visitadas supera 1,49 milhão. O programa atendeu, ainda, 389.318 gestantes.

O Criança Feliz conta, atualmente, com a adesão de 3.021 municípios em todas as Unidades da Federação. Para atender a tantas famílias, o Criança Feliz dispõe atualmente de uma equipe formada por 22.568 visitadores e 3.692 supervisores. Vale ressaltar que uma mesma família geralmente recebe várias visitas dos profissionais do Criança Feliz por ano.

Região Nordeste

O Nordeste concentra a maior quantidade de famílias visitadas por profissionais do programa, com seis estados entre os sete primeiros nas estatísticas, todos com mais de 100 mil famílias visitadas.

Apenas neste ano, a Bahia teve 198.354 famílias acompanhadas. Na sequência, aparecem Ceará (151.290), Maranhão (150.052), Minas Gerais (122.568) e Pernambuco (120.265), Paraíba (108.490) e Piauí (102.697).

Dos 1.794 municípios que integram os nove estados nordestinos, 1.663 já aderiram ao programa. Ao todo, 992.045 famílias já foram visitadas no Nordeste em 2022. O programa já atendeu in loco 915.229 crianças e 265.603 gestantes, totalizando mais de 1,2 milhão de pessoas visitadas.

Sobre o programa

Além da intervenção voltada para o desenvolvimento infantil, o acompanhamento familiar feito de forma recorrente permite observar outras possíveis vulnerabilidades das famílias acompanhadas. Isso possibilita a articulação de outros atendimentos dentro da rede socioassistencial. As visitas representam, portanto, uma estratégia de aproximação dos serviços com a família atendida.

O Criança Feliz tem como público prioritário as gestantes, crianças de até 3 anos e suas famílias inscritas no Cadastro Único; crianças de até 6 anos e suas famílias beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada; crianças de até 6 anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente; e crianças de até 72 meses inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal — CadÚnico, que perderam ao menos um de seus responsáveis familiares, independente da causa de morte, durante o período Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) decorrente da Covid-19.

Catu Informática ME

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial